Calendário de debates Frente a frente em directo na Dom Fuas FM e zonaTv, 21:00h

 

PSD - CDU CDS - PS CDU - PS  PSD - CDS  CDS - CDU  PS - PSD Final /  todos
14/9 16/9 18/9  21/9  23/9 25/9  2/10
15
Set 09

(com aúdio e vídeo)

Júlio Vieira (PSD) e Luís Carreira (CDU) abriram os debates Autárquicas 2009, da Dom Fuas FM e ZonaTV.

Luís Carreira criticou o rumo que as maiorias PSD e PS têm tomado nos últimos 30 anos em Porto de Mós, defendendo que a CDU é uma alternativa de poder e assumiu o apoio aos desempregados e à criação de emprego como a grande bandeira da sua candidatura.
Por seu lado, Júlio Vieira, assume-se como um candidato de mudança, que poderá trazer um novo rumo para Porto de Mós.
Um debate dominado pelo desenvolvimento económico, turismo e investimentos nas áreas de saneamento básico e abastecimento de água. Os dois candidatos partilharam críticas ao actual executivo. Na área do desenvolvimento económico, Luís Carreira e Júlio Vieira defendem novos serviços e equipamentos nas zonas industriais.
O alargamento da rede de saneamento básico mereceu críticas. Luís Carreira defende que tem de ser uma prioridade. Júlio Vieira considera urgente que se faça um estudo para conhecer a real situação do concelho, referindo que no último mandato têm sido divulgados números diferentes em relação à taxa de cobertura da população.

Aúdio do debate:

 

Vídeo do debate:

 

 powered by:

 

 

 

publicado por Portomosfera às 14:04

04
Set 09

in jornal O Portomosense

Em Porto de Mós, o candidato do CDS-PP à autarquia, Carlos Pereira da Silva, não quer ligar a sua imagem à confusão que surgiu no partido antes de ter assumido a sua candidatura à autarquia, a 2 de Setembro, na terça-feira passada. Em comunicado, hoje, Carlos Pereira da Silva, diz que recusa responsabilidades. O candidato refere-se ao caso do apartamento e de acontecimentos posteriores. Há cerca de duas semanas, Antonieta Mariano demitiu-se da liderança do partido pelo facto de querer demarcar-se de algumas atitudes dos elementos do CDS.  Segundo que foi dito à Dom Fuas Fm, pela ex-líder, alguns elementos do CDS apropriaram-se indevidamente de um apartamento para funcionar como sede do CDS-PP. Renato Cruz, do partido e que chegou a ser avançado como candidato, afirmou que "a situação foi mal interpretada" e que "havia um acordo verbal com o proprietário do apartamento, faltando apenas assinar papéis".

publicado por Portomosfera às 21:00

03
Set 09

in jornal O Portomosense

O CDS-PP de Porto de Mós fez ontem a apresentação à imprensa, do seu candidato à Câmara Municipal.
Carlos Emanuel Silva, 44 anos, agente técnico de arquitectura e engenharia, reside na Calvaria de Cima.
O novo candidato diz esperar que todas as pessoas entendam o seu programa.
A Dom Fuas sabe que o partido coloca a hipótese de realizar na próxima semana um jantar para a apresentação dos restantes candidatos.

publicado por Portomosfera às 20:54

in jornal O Portomosense

A pequena loja de bordados e enxovais no Largo do Rossio reabriu portas, depois de vários anos encerrada, para receber a sede de campanha de Júlio Vieira à autarquia. O cinzento do pó deu lugar ao laranja, lembrando o renascer das cinzas da mitológica Fénix. A renascer de uma derrota Imagehistórica há quatro anos está também o espírito do PSD.
“Há seis meses era quase um sonho impossível o PSD ganhar as eleições”, afirmou Júlio Vieira na inauguração da sede, no dia 28 de Agosto, lembrando o percurso de uma candidatura, acreditando que neste momento “é difícil saber quem vai ganhar as eleições”.
Para regressar ao comando da autarquia o PSD aposta num programa eleitoral “discutido exaustivamente por mais de 500 pessoas” e da capacidade de unir pessoas em torno da candidatura.
Para isso, Júlio Vieira espera que a “juventude usufrua” da nova sede de campanha, mas confessa que aos candidatos irá caber a tarefa de percorrer todo o concelho no contacto com as pessoas. As festas populares ajudam a estes contactos, um roteiro que está a ser feito pelos candidatos, admite Júlio Vieira, mas que tem sido “gratificante” por “permitir falar com muita gente, de muita qualidade”.
O candidato apelou a todos os presentes que transmitam “a mensagem de mudança”, e mudança foi também o tónico da intervenção do mandatário Saul António Gomes, que afirmou que Júlio Vieira representa “um projecto de futuro”, em oposição a “deixar que as coisas continuam como estão, gastas e sem ideias”. Saul António Gomes voltou a apostar na ideia que Júlio Vieira não lidera uma candidatura apenas para os sociais-democratas, mas para “unir todos os portomosenses”. Para o mandatário passa também pelo PSD a possibilidade de “renovar as pessoas que vão tomar as opções nos próximos anos”.
 

publicado por Portomosfera às 20:49

Renato Cruz tinha sido avançado como candidato

Afinal, Carlos Emanuel Pereira da Silva, de Calvaria de Cima, é o candidato pelo CDS-PP à Câmara Municipal de Porto de Mós, sendo o nome apresentado pelo partido nas listas afixadas no Tribunal Judicial de Porto de Mós. A sua apresentação oficial realiza-se no próximo dia 11 de Setembro, de acordo com a Comissão Política Nacional do CDS-PP.
Renato Cruz, veio esta semana desmentir que seria candidato pelo CDS-PP, mas, a 30 de Julho passado, revelou a sua candidatura em declarações à Agência Lusa, enunciando mesmo os seus principais objectivos. Agora, ao nosso jornal, o desenhador, de profissão, afirma mesmo que nunca informou qualquer entidade de que seria candidato. Apesar de tudo, o nosso jornal contactou a Comissão Política Nacional do CDS-PP e, na terça-feira passada de manhã, o seu nome constava ainda na corrida à presidência de câmara. No mesmo dia, o delegado distrital, Domingos Carvalho, revelou-nos que sabia da indisponibilidade de Renato Cruz para ser candidato, mas não tinha conhecimento do nome de Carlos da Silva para o substituir. O mandatário do CDS-PP de Porto de Mós, terá informado o delegado distrital desta mudança.
A decisão de Renato Cruz, segundo referiu, nada tem a ver com a polémica que se levantou no CDS-PP Porto de Mós, aquando da demissão da líder do partido, Antonieta Mariano, que disse que os elementos do CDS-PP tinham tomado atitudes das quais se queria demarcar.
As atitudes a que se refere a ex-líder, dizem respeito a um alegado abuso na ocupação de um apartamento para funcionar como sede do CDS-PP. Segundo Antonieta Mariano, “a forma como os elementos do partido entraram no apartamento foi ilegal, já que “colocaram o símbolo do partido sem haver negociação com o proprietário”. Renato Cruz afirma que "tudo foi mal interpretado" e que "havia um acordo verbal com o proprietário do apartamento, faltando apenas assinar papéis".
publicado por Portomosfera às 19:48

in jornal O Portomosense

 

autarquias.pngA CDU vai concorrer à câmara e assembleia municipais e quatros juntas de freguesia, nas eleições autárquicas de 11 de Outubro.
Coo já é conhecido, Luís António Carreira lidera a lista para a Câmara Municipal. António Ferraria, presidente da Federação de Agricultores de Leiria, recandidata-se como cabeça de lista à Assembleia Municipal. Na lista de repetentes está Manuel Franco, que volta a ir a votos para a assembleia de freguesia de São João Batista. João Manuel Crachat, em S. Pedro, Luís António Carreira, em Mira de Aire, e Maria Amélia Sequeira, no Juncal, são os restantes candidatos da CDU para as autárquicas.

CDS com menos freguesias

Em 2009 o CDS-PP reduz o número de candidaturas a assembleias de freguesia. Além da candidatura de Carlos Emanuel da Silva à Câmara Municipal, o partido democrata cristão apresenta Manuel Donato Ferreira como cabeça de lista à assembleia municipal.
João Batalha, de Tojal de Baixo, é o candidato do CDS à assembleia de freguesia de S. Pedro, enquanto Eduardo dos Santos lidera a lista para São João Baptista.
A terceira freguesia onde o CDS marca presença é Mira de Aire. Filipe Manuel Ferreira é o cabeça de lista.
Estas informações contam das listas afixadas no Tribunal Judicial de Porto de Mós. As listas já foram rectificadas, no entanto, apenas após o período de reclamações é que serão homologadas definitivamente.

41 candidaturas às autárquicas

A confirmarem-se estas candidaturas, teremos quatro cabeças de lista à autarquia e assembleia municipal. São Pedro, São João Baptista e Mira de Aire são as três freguesias onde as quatro forças partidárias irão medir forças. Apenas o Juncal irá contar com três candidaturas (PS, PSD e CDU). As restantes freguesias irão decidir o futuro executivo entre PS e PSD. As excepções vêm de S. Bento e Serro Ventoso. Nestas duas freguesias o único partido a apresentar lista é o PSD. Carlos Amado é o cabeça de lista do IUSV – Independentes Unidos por Serro Ventoso, enquanto Luís Cordeiro é o número um do grupo de cidadãos Independentes por São Bento.

publicado por Portomosfera às 19:46

02
Set 09

in jornal O Portomosense

O candidato do CDS-PP à autarquia de Porto de Mós apresenta-se hoje às 19h. Uma informação avançada à Dom Fuas Fm no início desta tarde.
Carlos Pereira da Silva, de Calvaria de Cima, é o candidato apresentado pelo partido. O seu nome substitui o de Renato Cruz.
Recorde-se que Renato Cruz, veio esta semana desmentir que seria candidato pelo CDS-PP, mas, a 30 de Julho passado, revelou a sua candidatura em declarações à Agência Lusa enunciando mesmo os seus principais objectivos.

publicado por Portomosfera às 21:49

01
Set 09

in jornal O Portomosense

Depois de Renato Cruz desmentir que seria candidato pelo CDS-PP à autarquia de Porto de Mós, a Dom Fuas Fm sabe hoje que o candidato é Carlos Emanuel Pereira da Silva.

Renato Cruz disse mesmo que nunca informou nenhuma entidade de que seria candidato, mas recorde-se que, a 30 de Julho afirmou à agência Lusa, que estava na corrida a presidente de câmara. A sua decisão segundo referiu, nada tem a ver com a polémica que se levantou no CDS-PP Porto de Mós, aquando da demissão da líder do partido Antonieta Mariano que disse que os elementos do CDS-PP tinham tomado atitudes das quais se queria demarcar.

publicado por Portomosfera às 21:51

arquivos
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
mais sobre nós

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores